MAÇÃ BICHADA

Por: Pb. Osni Rullo 

“Pois é do interior do coração dos homens que procedem os maus pensamentos, as prostituições, os furtos, os homicídios, os adultérios, a cobiça, as maldades, o dolo, a libertinagem, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a insensatez.” Marcos 7:21-22.

O escritor libanês Khalil Gibran disse certa vez: “Não podemos esquecer que ainda existem habitantes de cavernas; e essas cavernas são os nossos corações!” 


No passado era comum ao subirmos em uma macieira para colher e comer ali mesmo, no pé, uma maçã, e encontrarmos algumas passadas ou bichadas. Mas você tem idéia de como a larva do inseto perfurou a maçã? Isso aconteceu do seu exterior para o interior, ou, ao contrário, ele veio de dentro da fruta em direção à casca?

De um modo geral as pessoas pensam que as larvas dos insetos que penetram nas frutas perfurando a sua casca; mas na verdade, os botânicos ensinam que o que acontece na realidade é que os ovos dos insetos (borboletas mariposas) são depositados na inflorescência das macieiras, e a partir desse momento iniciam o seu ciclo biológico de incubação no cerne, no âmago da maçã. Depois disso o processo segue com a sua eclosão na parte externa da fruta para que se finalize a sua metamorfose e passe pelos estágios de ninfa, crisálida, lagarta e borboleta ou mariposa.

Podemos fazer uma analogia do pecado como um verme que age repetidamente nas nossas vidas dessa mesma forma. Ele nasce ou se inicia no coração, e quase imperceptivelmente desabrocha a sua maléfica ação em nossas mentes e em nosso caráter, influenciando de uma maneira contundente a nossa conduta e testemunho cristão. Por isso, nesse assunto a Bíblia é muito clara quando nos admoesta:

“Guarda com toda a diligência o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” Provérbios 4:23.

Extraído do boletim semanal da Congregação do Jardim Suarão, Itanhaém / SP.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?