ESPERANÇA DA GLÓRIA

“Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação.” 2 Coríntios 4:17.

Paulo diz que a caminhada do cristão neste mundo é uma marcha por estradas espinhosas. O caminho rumo à glória celeste é estreito e a porta é apertada. Temos um presente doloroso, porém, um futuro glorioso (2 Co 4:17). Aqui cruzamos vales escuros e atravessamos desertos. Aqui nossos olhos ficam empapuçados de lágrimas e nosso corpo geme. Aqui enfrentamos ondas encapeladas, rios caudalosos e precisamos atravessar fornalhas ardentes. Aqui sofremos, choramos e sangramos. Porém, em comparação com a glória a ser revelada em nós, nossas tribulações são leves e passageiras.

O presente é doloroso, mas o futuro é glorioso. Nosso destino final não é um corpo caquético, mas um corpo de glória. Nossa jornada não termina num túmulo gélido, mas na Jerusalém celestial. Nosso fim não é a morte, mas a vida eterna. O nosso futuro de glória deve encorajar-nos a enfrentar com alegria a presente tribulação. O que seremos deve nos encher de esperança para encarar as limitações de quem somos. Vivemos na dimensão da eternidade!

Oremos
Pai, a verdade acerca da existência de uma morada celestial traz luz e esperança para minha alma. Muito obrigado, pois um dia minhas lágrimas serão enxugadas. Em nome de Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL