COISAS VISÍVEIS E INVISÍVEIS

“Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos Céus.” 2 Coríntios 5:1.

Paulo mostra o aspecto aparentemente contraditório da vida cristã. O que vemos é temporal e passageiro. Ele escreve: “Não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas” (2 Co 4:18). O visível e tangível que tenta seduzir nosso coração é o que não vai permanecer. Tem prazo de validade e não vai durar para sempre.

Mas, as coisas que não vemos são as que têm valor e vão permanecer para sempre. Investir apenas naquilo que é terreno e temporal é fazer um investimento insensato. Investir nas coisas invisíveis e espirituais é investir para a eternidade. Jesus diz que devemos ajuntar tesouros no Céu, nossa origem e nosso destino. É lá que devemos investir o melhor do nosso tempo e dos nossos recursos. Atentar apenas nas coisas que se vêem e que são temporais é viver sem esperança. Buscar o que os olhos não vêem nem as mãos apalpam é viver na dimensão da eternidade, com os pés na Terra, mas com o coração no Céu.

Oremos
Senhor Deus, às vezes sou enganado pelo pensamento materialista vigente deste tempo, no qual o investimento em bens materiais é visto como fonte da felicidade. Peço-te perdão por isso... Em Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT