A BONDADE DE DEUS

“O Senhor é bom, é fortaleza no dia da angústia 
e conhece os que nEle se refugiam.” Naum 1:7.

Naum viveu muitos séculos antes de Cristo e ergueu a voz para anunciar três verdades: a bondade de Deus, o socorro de Deus e o conhecimento de Deus (Na 1:7). 


A bondade de Deus é a âncora da nossa esperança. Deus É bom, essencialmente bom. Em Sua bondade Ele nos dá o que não merecemos. Nada merecemos e Ele tudo nos dá. Ele faz o sol brilhar sobre os maus e cair a chuva até mesmo sobre os que zombam dEle. Sua graça comum estende-se sobre ímpios, arrogantes e humildes, ricos e pobres. As obras da criação e as ações de Sua providência refletem Sua generosa bondade.

Ele dá vida e preserva a nossa saúde; dá o pão e o prazer para saboreá-lo. Ele dá a família e nos alegra o coração com o banquete do amor. Mas, a bondade de Deus pode ser vista em Seu pleno fulgor por intermédio de Sua graça especial. Jesus é o dom supremo da bondade de Deus e a salvação que Ele nos trouxe, Sua dádiva mais excelente. Porque Deus é bom podemos navegar em segurança, mesmo pelos mares encapelados da vida.

Oremos
Deus de infinita graça e misericórdia eu dependo de Ti! Sou fruto do Teu amor, pois nada mereço por mim mesmo. Além disso, tenho recebido muito mais do que preciso. Em Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL