NÃO CONSTRUA MONUMENTO À DOR

“Não me chameis Noemi; chamai-me Mara, 
porque grande amargura me tem dado o Todo-Poderoso.” Rute 1:20.

Noemi morava em Belém, a casa do pão. Mas houve um dia que faltou pão na casa do pão e sua família mudou-se para Moabe. Ali eles encontraram a morte e não a vida e Noemi sepultou a família. Agora, está velha, viúva e pobre em terra estranha. Noemi volta à sua terra, pois soube que Deus visitara Belém com pão. Rute, sua nora, a acompanha. Ao chegarem a Belém, Noemi ergueu um monumento à dor, trocando de nome. Ela disse: “Não me chameis Noemi; chamai-me Mara, porque grande amargura tem me dado o Todo-Poderoso”.

Noemi significa feliz e Mara, amargura. Noemi, contraria o significado do seu nome e veste o manto da tristeza e atribui a Deus o sofrimento: “Ditosa eu parti, porém o Senhor me fez voltar pobre... o Senhor manifestou contra mim e o Todo-poderoso me tem afligido” (Rt 1:21). Noemi não sabia, mas na sua dor, Deus estava escrevendo um dos mais belos capítulos da história. Ela veio a se tornar a avó do grande rei Davi e ancestral do Messias. Deus ainda está trabalhando em sua vida. Não construa monumentos à sua dor.

Oremos
Senhor, Tu És o dono da história. Portanto, ajuda-me a nunca ser aprisionado pelas perdas que me são impostas. Cura, Pai, cada ferida infeccionada que resiste ao tempo. Em nome de Jesus eu suplico e agradeço. Amém!

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL