MORTE DE BIN LADEN AUMENTA RECEIOS DE ATAQUES A CRISTÃOS

PAQUISTÃO - Escolas fecharam e instituições cristãs, igrejas e bairros cristãos guardados com medidas extremas de segurança é a situação da comunidade cristã nas principais cidades do Paquistão. Tudo isso após a notícia da morte de Osama Bin Laden. O líder da Al Qaeda foi morto epelasforças especiais dos EUA em uma operação militar em Abbottabad, cerca de 60 quilômetros de Islamabad.
 
As autoridades civis adotaram as medidas de segurança em Islamabad, Lahore, Karachi, Multan e outras cidades por medo de ataques violentos contra alvos cristãos e as reações pelos grupos talibãs.
Os cristãos não são apenas um alvo, eles já estão identificados no foco da propaganda e da luta ideológica do regime talibã, a vinculação com o Ocidente e os americanos, responsáveis pela morte de seu líder.
 

Paul Bhatti, Assessor Especial do Governo do Paquistão para as minorias religiosas disse, depois do assassinato do Laden:
 

"A situação é tensa. Há, de fato, um grande medo das reações, que seriam absolutamente sem nenhum sentido, contra as minorias cristãs. O governo está dando atenção especial às medidas preventivas."
Autoridades civis paquistaneses alertaram os líderes cristãos pedindo o encerramento de suas instituições e colocam mais policiais na frente de igrejas, pois os cristãos no Paquistão são vítimas inocentes e qualquer motivo é desculpa para ameaçar ou atacar."
 

Consequências a longo prazo
 

Sobre as consequências a longo prazo da morte do líder da Al Qaeda, há diferentes opiniões de especialistas religiosos cristãos no Paquistão. Segundo alguns, nos próximos meses, a perseguição dos cristãos poderiam reduzir e enfraquecer a luta ideológica do Talibã. No entanto, a intolerância e os grupos radicais islâmicos crescem no país.
 

Agência Fides
 

Fonte: LPC Comunicações.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL