AMOR E RELACIONAMENTO

“Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” Romanos 8:39.

Precisamos entender que o amor de Deus é uma coisa, e outra é ser aprovado por Ele. Diferente de ser amado é ter um relacionamento de intimidade. Deus amou todo o Seu povo a ponto de mandar Jesus Cristo morrer na Cruz por cada um deles. Mas nem por isso esse amor é correspondido, e isso implica em um relacionamento falho.

Davi foi chamado de "o homem segundo o coração de Deus", mas Abraão era amigo de Deus. Enoque andou com Deus e foi arrebatado, mas Moisés era quem falava com Ele cara-a-cara. Para Josué, Deus se mostrou na forma de um soldado, para Elias foi uma calmaria depois de tempestades, fogo e terremoto. Os relacionamentos são diferentes, o que não significa que Deus amou mais a estes homens no passado do que nos ama hoje.

E em nosso caso, como é o nosso relacionamento com Deus? Como Elias, precisamos aprender a esperar que o vento impetuoso e o terremoto passem, e encontraremos a face do Pai no manso e suave, muitas vezes do silêncio. Uns gritam e pulam, como se estivessem com o dedo na tomada elétrica, mas será que isso é sinal de relacionamento, ou carnalidade e mero emocionalismo? Como se manifesta o relacionamento com Deus? Ajoelhar-se e chorar, ou simplesmente aquietar-se nos braços do Pai? Uns afirmam ver anjos, eu não vejo nada... Quero ver a minha vida aos pés do Senhor, isso sim é relacionamento puro e verdadeiro!

É necessário que entendamos que Deus tem um relacionamento conosco, através de Jesus Cristo, e deseja melhorá-lo. Nada poderá nos separar do amor dEle, mas existem certas coisas que podem nos afastar do relacionamento com Ele, e esfriá-lo. Obviamente isso se dá por causa da repulsa de um Deus santo, que não admite atos e pensamentos nada santos. Não tem nada a ver com estilo, mas com essência. Deus fala comigo, em meu coração, através da Sua Palavra; e creio que Ele fale contigo também, se você crer nEle e buscá-Lo de todo o seu coração. Se eu ou você conseguimos ouvi-Lo, ou se conseguimos entender o que Ele disse, já são "outros quinhentos". Mas Deus não é de confusão (1 Co 14:33), a dificuldade não está nEle em falar claramente conosco, mas em nós nos despojarmos de nossos erros, e ouvirmos com submissão e fé o que Ele nos diz.

Não permita que as circunstâncias ao seu redor reduzam o seu interesse em ter um bom relacionamento com Deus, e estar cada vez mais íntimo dEle.

Isso se faz estabelecendo os valôres do Reino de Deus, e abrindo mão do paganismo, do mundanismo, do materialismo, e de tudo que O desagrada. Orando, evangelizando, santificando-se na Palavra de Deus a cada dia. Dá trabalho, mas vale a pena.

“Deus de amor, nada pode me separar do Teu amor, eu creio nisso.”

Extraído e adaptado de Ichtus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL