AINDA QUE EU VIVA NO MEIO DE ESCORPIÕES

Por: Messias Anacleto Rosa 

“E tu, ó filho do homem, não os temas, nem temas as suas palavras; ainda que estejam contigo sarças e espinhos, e tu habites entre escorpiões; não temas as suas palavras, nem te assustes com os seus semblantes, ainda que são casa rebelde.” Ezequiel 2:6.

Quantas vezes nos encontramos em situações semelhantes à do profeta Ezequiel: somos alvo de palavras duras e provocadoras, nossos inimigos são como escorpiões. Era assim que estava Ezequiel entre o seu povo. Era o cativeiro, saudades da pátria distante, Foi neste contexto que Deus, ao vocacionar o profeta, o encoraja com estas palavras: “não os temas, nem temas as suas palavras, ainda que haja sarças e espinhos para contigo, e tu habites com escorpiões”. Não é nada fácil habitar entre escorpiões. Em Mateus 10:16, Jesus diz: “Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos.” Jesus experimentou tal situação logo no início do seu ministério terreno, quando passou em jejum quarentas dias. “E logo o Espírito o impeliu para o deserto, onde permaneceu quarenta dias, sendo tentado por Satanás; estava com as feras, mas os anjos o serviam.” (Marcos 1:12-13).

Ser tentado e estar com feras é terrível e assustador. Mas a beleza está no fato de como somos atendidos e servidos pelos anjos. Haveria uma melhor companhia? Lucas, o evangelista, narra quando Jesus, já no final do seu ministério, orava no jardim: “E estando em agonia, orava mais intensamente. E aconteceu que o seu suor se tornou como gotas de sangue caindo sobre a terra”. (Lucas 22:44). Mas o melhor de tudo é o que lemos no mesmo evangelho: “Então, lhe apareceu um anjo do céu que o confortava.” (Lucas 22:43).

Não estamos isentos das feras, das gotas de sangue, dos escorpiões, dos ataques, das flechas, dos dardos. Estamos no mundo onde as provações são constantes. Ainda que vivamos no meio de escorpiões, podemos estar certos de que “caiam mil a teu lado, e dez mil à tua direita, tu não serás atingido”. (Salmos 91:7). 

Extraído do Boletim Semanal da Congregação Presbiteriana do Jardim Suarão - Itanhaém / SP. 
Colaboração Pb. Osni Rullo - IPB de Belas Artes - Itanhaém / SP.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT