FELICIDADE É ORDEM DE DEUS

“Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.” Filipenses 4:4.

Fomos criados para a felicidade. Fomos salvos para a maior de todas as felicidades. A felicidade não é uma opção. É uma ordem de Deus. O apóstolo Paulo, mesmo numa prisão, escreveu aos filipenses: "Alegrai-vos sempre no Senhor, outra vez digo, alegrai-vos". A alegria nesse contexto não é uma emoção superficial e passageira, mas a mais profunda felicidade que coexiste com a dor. Paulo diz que devemos nos alegrar sempre. É claro que a vida não é um parque de diversões. Enfrentamos lutas e cruzamos vales escuros. Porém, a nossa felicidade não é um bem estar epidérmico e fugaz, mas uma experiência profunda e duradoura. Nossa alegria além de imperativa deve estar além das circunstâncias da vida. Nossa alegria não depende das situações pelas quais estamos passando. Mas, qual é o núcleo dessa felicidade? Dinheiro? Prazer? Sucesso? Não. Paulo diz: "alegrai-vos sempre NO SENHOR". Jesus é o cerne dessa alegria. Ele é o conteúdo da nossa felicidade. Nossa felicidade não é apenas ausência de coisas ruins nem apenas presença de coisas boas. Nossa felicidade é uma pessoa; nossa felicidade é Jesus!

Ore
Pai do Céu, minhas alegrias ainda estão atreladas às circunstâncias da vida. Ajuda-me a vivenciar sempre dessa alegria imperativa na pessoa de Jesus. Por intermédio dEle eu Te peço, amém.

Cada Dia.

Comentários