FELICIDADE DO RETORNO AO PAI

“Porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se.” Lucas 15:24.

O filho pródigo estava insatisfeito na casa do pai. Pensou que felicidade estava longe, fora dos portões. Tomou a decisão de pedir a herança e partir para curtir as aventuras da vida. No começo, enquanto havia dinheiro no bolso, muitos amigos e muita diversão embalaram suas noites. Ele gastou tudo que tinha vivendo dissolutamente. Chegou a fome e os amigos foram embora. Começou a passar necessidades e, por fim, foi parar num chiqueiro cuidando de porcos. A felicidade que buscava longe do pai não passava de uma miragem enganosa.

Ele era feliz na casa do pai e não sabia. Agora estava infeliz conscientemente. Foi nesse momento que resolveu voltar para casa e pedir perdão a seu pai. Estava disposto a ser apenas um trabalhador. Mas, para sua surpresa, quando voltou para casa, o pai o esperava e correu ao seu encontro para lhe abraçar, beijar e dar uma grande festa pela sua volta. Aquela foi a festa da reconciliação. Há festa no Céu quando um pecador se arrepende. Os anjos celebram sua volta para Deus.

Ore
Querido Deus, muito obrigado porque já fui alvo dessa festa da reconciliação. Quero louvar-Te por Cristo porque só foi possível estar ao Teu lado através dEle. Ajude, Senhor, aqueles que estão longe de Ti para que entendam e creiam em Teu amor, e retornem aos Teus braços. Em nome de Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL