A VIDA ETERNA

“Ouvindo-o Jesus, disse-lhe: Uma coisa ainda te falta: vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro nos Céus; depois, vem e segue-Me.”
Lucas 18:22.

Numa conversa franca e objetiva sobre a vida eterna, Jesus ouviu: “Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?” (Lc 18:18). O questionamento parece ser adequado ao revelar uma pessoa que apresenta motivação saudável de viver a eternidade. Conheço muita gente que tem esta pretensão. Aspira a vida eterna, porém sem saber o caminho para chegar lá. O homem que pergunta é rico e religioso.

O Mestre revela capacidade de entender o coração, de perceber intenções. Jesus não abandona, nem hesita em ajudar. Ele aponta a direção, estende a mão e convida aquele homem para conhecer e trilhar o caminho que o levaria à vida eterna abandonando suas posses. Cristo não fez apologia à pobreza, mas ensinou que o mais rico é o que conhece a Deus e O segue. Por esta trilha vão ricos e pobres e nada os difere. A relação com Deus a nada se compara. Deixar as riquezas não lhe daria o direito à vida eterna. Mas demonstraria que ele havia se tornado um discípulo do Mestre Jesus Cristo.

Ore
Deus, os valores daquele homem não diferem dos meus. Confesso que minha atenção está bem mais dedicada ao que passa e não ao que permanece. Perdoa-me, pois. Em nome de Jesus, amém…

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL