A VERDADEIRA COMUNHÃO

Por: Rev. Israel Sifoleli
ç
Para termos uma vida cristã vitoriosa é necessário disciplina. Henri Nouwen defende a idéia de que a comunhão também é uma disciplina, pois precisamos investir tempo e esforço na construção de um espaço onde a presença de Deus seja compartilhada. 


Comunhão é a dádiva de compartilhar o comum. Entretanto, muitas pessoas estão reunidas pelo medo ou tentativas de defender seus interesses. Isto não é comunhão cristã já que são espaços fechados que rechaçam os indesejados. 

Infelizmente, porém, nesses espaços o ato da fala, que deveria ser instrumento agregador, torna-se um mecanismo de afastamento. Apesar de nos sentirmos confortáveis em compartilhar experiências, “descobrimos que palavras funcionam mais como paredes do que portões, mais como modo de manter distância do que de aproximar.” (Nouwen, 2007, p.82).

Se quisermos realmente experimentar a verdadeira comunhão, precisamos aprender a nos reunir para ouvir. Ouvir a Deus e ao nosso próximo, para que o nosso falar seja uma resposta a Palavra de Deus e a necessidade do irmão. O espaço do culto nos oferece excelente oportunidade de comunhão, temos o privilégio de silenciar nossa fala para ouvir Deus através da pregação, da oração, dos cânticos e do testemunho. Em meio ao exercício dos dons, oferecido como serviço aos santos, vislumbra-se a comunhão.
d
O Rev. Israel é pastor titular da 2ª IPB de Ermelino Matarazzo / SP.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL