DIANTE DE DEUS

“Quem a si mesmo se exaltar será humilhado; e quem a si mesmo se humilhar será exaltado.” Mateus 23:12.

Se com sinceridade buscarmos nos conhecer, saberemos quem somos. Seremos confrontados com as nossas fraquezas, perceberemos as nossas ambiguidades. O nosso senso de justiça poderá gerar uma falsa idéia de que somos justos. 
Sob a ótica viciada e marcada pelo pecado não há chance de ver quem somos. Somos impedidos de julgar o próximo porque não temos equilíbrio para estabelecer a justiça.

O caminho está em nos aproximarmos de Deus. Em Isaías 6:5 está escrito: “Então, disse eu: ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos!” O homem Isaías se vê como Isaías. Percebe sua humanidade caída e o pecado no qual está mergulhado. A sua descoberta brota de um relacionamento com Deus. Mais perto do Senhor descobriu quem ele era de verdade, sem máscaras ou disfarces. Diante de Deus sinto-me pequeno, mas isso não me diminui; me aumenta, pois descubro quem sou de verdade e não vivo me iludindo.

Ore
Senhor, preciso de Ti. Sempre precisei, mas nem sempre soube. Pensei poder viver sem Ti, porém descobri, em tempo, que meu pecado era maior que as minhas boas intenções. Te louvo por Te revelares a mim e me salvares. Em Jesus, amém!

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT