Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

VAI PARA TUA CASA

Imagem
“Vai para tua casa, para os teus. Anuncia-lhes tudo o que o Senhor te fez e como teve compaixão de ti.”
Marcos 5:19.

Ao sentir o amor de Deus por sua vida, aquele homem anteriormente possesso de espíritos imundos, agora liberto pelo Senhor, resolveu seguir a Jesus. Ele sabia o que era sofrer a marginalização, o que era ser abandonado. Sabia o que era andar e a nenhum lugar chegar, o que era sentir-se sozinho. Sabia que Jesus havia alcançado. Sabia que havia sido liberto, e a liberdade deu a ele ânimo novo. Sabia o que era olhar para o futuro e ter novamente esperança. O gadareno descrito no Evangelho de Marcos era um homem sofrido, que vivia nos sepulcros, abandonado. Mas Cristo olhou para ele e o transformou.

O que ninguém fez, Jesus fez. E fez também o que ninguém mais podia fazer. Por isso, o liberto queria seguir o seu libertador. A sua vontade não recebeu aprovação de Jesus. O Mestre sabia que a obra iniciada naquele homem seria compartilhada através dele mesmo aos de sua casa, aos …

A DIVINDADE DE CRISTO - CONHECENDO O SALVADOR

Imagem
Por: Rev. Paulo Sergio da Silva

IPB de Jaboticabal / SP
Culto Vespertino 27.02.11

TEXTO BÁSICO
JOÃO 11:1-45

EXÓRDIO / INTRODUÇÃO
Quanto tempo é necessário para se conhecer bem uma pessoa? Um antigo ditado dizia que é necessário comer um saco de sal junto com a pessoa para que a conheçamos. Na verdade nem nos conhecemos, pois pensamos que somos e estamos de tal modo seguros nas mãos do Senhor mas quando algum incidente acontece nos abalamos. Na verdade o Senhor que nos conhece sempre tem compaixão de nós. Conhecendo mais e melhor o Senhor Jesus certamente encontraremos mais confiança no dia da angústia. Conhecemos de fato o Senhor?

Quem é Jesus para nós?

EXPLICAÇÃO
Para a compreensão desse texto partimos do princípio teológido da divindade trinitariana de que Jesus é Deus. Como afirma John A.Kohler, teólogo reformado: "Nós cremos que o Senhor Jesus Cristo, como a segunda Pessoa da Deidade Triuna, é Deus, sempre foi Deus, e sempre será Deus. A Bíblia declara explicitamente que Jesus é Deus …

A ENORME DIFERENÇA

Imagem
“Todos se perguntavam.... Que vem a ser isto? Uma nova doutrina! 
Com autoridade Ele ordena aos espíritos imundos, e eles Lhe obedecem!” Marcos 1:27.

Ao ouvirem o Mestre Jesus, as pessoas já percebiam que havia nEle algo mais. As Suas palavras revelavam o que havia dentro dEle. Ele não cumpria um protocolo, Ele falava com o coração. Sabe-se bem a enorme diferença que há. Mas muito mais que isso, Ele falava com autoridade!

Ao falar, Jesus Se aproximava das pessoas. Era uma atitude física e também espiritual. Era Seu hábito tocar as pessoas e fazer com que se sentissem valiosas para Ele. Os seus toques não eram para apontar defeitos ou condenar as pessoas. Sabe-se bem a enorme diferença que há...

A prática do que Ele pregava era uma novidade para muitos. O comum era um discurso dissociado da ação. Era comum que as lideranças judaicas pesassem as pessoas com regras severas, enquanto eles mesmo não as cumpriam. Jesus ia na contra-mão desse sistema falido, Ele cumpriu perfeitamente a Lei de D…

PAZ SEJA CONVOSCO

Imagem
“Ao cair da tarde daquele dia...trancadas as portas da casa onde estavam os discípulos..... veio Jesus, pôs-Se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco!” João 20:19.

A agitação dos últimos anos, e especialmente dos últimos dias, deram lugar a uma calmaria insuportável. As imagens registradas no coração traziam sonoridades de tristeza e profunda amargura. Os detalhes da prisão do Mestre foram tão cruelmente reais e públicos, que isto havia abalado a esperança daqueles homens. Eles se lembravam da promessa de ressurreição, mas diante da carnificina expressa na morte, a fé perdera sua força... Eles se enfraqueceram, pois eram humanos, é verdade... Não apresentavam mais a confiança que no passado fez com que se lançassem na proclamação do Evangelho.

Jesus teria todos os motivos para repreendê-los, porém Ele se revela a eles uma vez mais. O Mestre queria fortalecer a fé daqueles homens para continuarem a sua missão. O Senhor foi ao encontro deles e os saudou com o que mais faltava àquele luga…

O SOFRIMENTO QUE JÁ FOI SOFRIDO

Imagem
“Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os Seus passos.” 1 Pedro 2:21.

Pedro sabia para o que havia sido chamado: seguir o exemplo e os passos de Cristo. Esta palavra o levava de volta ao mar da Galileia, cerca de 30 anos antes, quando aquele Homem se aproximou, caminhou junto ao mar, chegou mais perto, com semblante sereno e olhar incomparável. O olhar de Jesus é capaz de desvendar os segredos da alma, de quebrantar o coração mais altivo, de abrandar o enfurecido, de curar as doenças da alma. A Sua voz é doce, mas forte:Vinde após Mim, e Eu vos farei pescadores de homens” (Mt 4:19).  Esta é a essência do discipulado: seguir os passos do Mestre, andar por onde Ele anda, fazer o que Ele faz, ensinar o que Ele ensina, falar o que Ele fala.

Pedro ensina que o sofrimento já foi sofrido. É o paradoxo do Evangelho: o Senhor sofrer no lugar do servo. Veja se consegue imaginar um escravo condenado ao tronco s…

A DOR DA VERDADE QUE CURA

Imagem
“O que diz a verdade manifesta a justiça, 
mas a testemunha falsa, a fraude.” Provérbios 12:17.

A dor da verdade dói menos porque pelo menos se tem a verdade. Dói saber, porém, saber atenua a dor. A verdade nunca tem hora para chegar. Quando chega, chega e muda. Confessar a verdade quando já se contou a mentira não é fácil. Esconder o erro e acreditar na mentira é a alternativa de muitos. Entretanto, este é o laço que prende e angustia aqueles que fazem esta escolha. Tornam-se cativos de suas próprias palavras, migram do real para a fantasia, perdem a noção do certo e do errado, mergulham num território perigoso.

A mentira vicia. Quem dela se alimenta a ela se devota. 
A verdade é libertadora. Dizer a verdade, em amor, com doçura, é o caminho pelo qual devemos sempre andar. Preferível será jamais começar a mentira. Se iniciada, não aumentá-la é fundamental. Em ambos, determinante é que se deixe a mentira e se fale a verdade. É preciso ter coragem para confessar que houve mentira, porém …

ENCARANDO OS PROBLEMAS - A PATERNIDADE CONFRONTADA

Imagem
Por: Rev. Paulo Sergio da Silva

3ª IPB de Barretos / SP
Culto Vespertino 30.01.11 - até item 1
Culto Vespertino 13.02.11 - itens 2 e 3

IPB de Praia Grande  / SP
Escola Bíblica Dominical 20.02.11

IPB de Belas Artes - Itanhaém / SP
Culto Vespertino 23.02.11

TEXTO BÁSICO - MARCOS 9:14-29

INTRODUÇÃO
Todos sabemos dos grandes problemas sociais que o nosso país sofre, e que grande parte desses problemas têm origem na desestruturação da família. Famílias sem fundamento e sem estrutura geram filhos problemáticos. O triste quadro de um país rico e belo como o Brasil tem sido manchado pelo consumo incontrolável do álcool, o aumento de dependentes químicos, o avanço do tráfico de drogas, a corrupção generalizada, a violência, etc. Aqueles que deveriam ser os defensores da verdade e da retidão, nossas autoridades, estão comprometidos e sem moral ou respeito. Nos lares não é diferente… São pais que reclamam que seus filhos dão trabalho, mas eles mesmo não dão bom exemplo dentro de casa. Sutilmente a mentir…

EVANGELHO QUE TRANSFORMA

Imagem
“Logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver
que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus.” Gálatas 2:20.

A naturalidade com que o Evangelho de Jesus age em nós é impressionante. O Evangelho de Jesus muda o nosso jeito de ver a vida. Se antes no centro da vida estava o nosso “eu”, agora ele deixa de reinar e dá espaço para o Senhor. Antes de Cristo, Paulo tinha como meta o que achava ser o certo. As suas intenções eram as melhores. Contudo, ao encontrar o Mestre, ele passa a ter como alvo o que Jesus disse.

Esta mudança se refletiu na forma como ele via a morte. 
A idéia de eternidade estava tão impregnada em Paulo que ele já não via a morte como antes. Ele chegou a afirmar: “Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro” (Fl 1:21). Está claro que o apóstolo não aspirava a morte, não a via como fuga... Mas não a temia. Sabe o homem de Deus que, ao fechar os seus olhos aqui na Terra, eles serão abertos nos Céus, na presença do Deus Altíssi…

A BOA DISPOSIÇÃO DE ESDRAS

Imagem
Por: Rev. Paulo Sergio da Silva

3ª IPB de Barretos / SP
Culto Vespertino 23.01.11

Congregação Presbiteriana do Jardim Suarão - Itanhaém / SP
Culto 22.02.11

TEXTO BÁSICO
ESDRAS 7:10

“Porque Esdras tinha disposto o coração para buscar a Lei do SENHOR, e para a cumprir, e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos.”

INTRODUÇÃO
Na vida sempre tomamos decisões, algumas mais importantes do que outras, mas a todo tempo decidimos algo. Nós construímos a nossa vida em cima disso: nossas decisões. Infelizmente muitas coisas são decididas na hora errada e do jeito errado, de acordo com a disposição de nossos corações. Veremos hoje como a boa disposição do nosso coração pode nos ajudar a tomar decisões corretas que serão transformadoras, e certamente afetarão a vida de muitas pessoas de um modo positivo.

EXPLICAÇÃO
Esdras viveu por volta do ano 440 a.C. Ele é contemporâneo de Neemias, e registra o cumprimento da promessa divina de restaurar Israel à sua terra, após os 70 anos de cativeiro ba…

O CONHECIMENTO DE DEUS

Imagem
“Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento
 anuncia as obras das Suas mãos.” Salmos 19:1.

O consenso da opinião da igreja primitiva, durante a Idade Média, e no tempo da Reforma, foi que Deus, em Seu Ser mais recôndito, é incompreensível. Os estudiosos perguntavam: o que é Deus? Qual a natureza da sua constituição interna? O que é que faz que Ele seja o que É? Para responder a essas perguntas teríamos de ser capazes de compreender Deus e oferecer uma explicação do Seu Ser Divino, e isto é impossível. O finito não pode compreender o infinito. A pergunta de Zofar, amigo de Jó, colabora nesta questão: 

“Porventura desvendarás os arcanos de Deus ou penetrarás até à perfeição do Todo poderoso?Jó 11:7.

O homem só pode conhecer a Deus na medida em que Ele Se faz conhecido. Deus transmite conhecimento ao ser humano, e só pode tornar-Se objeto de estudo do homem pela revelação. Sem a revelação o homem jamais teria condições de conhecer a Deus, mesmo assim é o Senhor quem descerra os olh…

NO PRIMEIRO DIA DO PRIMEIRO MÊS

Imagem
“Sucedeu que, no primeiro dia do primeiro mês, do ano seiscentos e
 um, as águas se secaram de sobre a terra...” Gênesis 8:13.
O Senhor chamou Noé para o maior desafio de toda a sua vida. Antes do dilúvio Deus falou com ele. E Noé ouviu. As chuvas seriam derramadas, sem que houvesse qualquer comprovação de sua vinda. Houve a ordem de Deus e Noé cumpriu à risca em todos os seus detalhes.
Chegou o ano novo e águas baixaram. Era mais um sinal da vontade de Deus. Agora era preciso remover a cobertura da arca e ver o cumprimento da promessa. Era o tempo de deixar o lugar onde se sentia seguro e perceber o mover do Senhor. Ele olhou e viu que o solo estava enxuto. As águas deixaram de cair sobre a Terra e os seus olhos puderam contemplar os feitos do Senhor. O Pai deu a Noé a experiência de contemplar o Seu poder e a Sua glória. Aquela visão asseguraria a Noé a certeza de que Deus esteve e sempre estaria ao seu lado.
Noé deixa a arca e levanta um altar ao Senhor. Ele presta um culto a Deus, qu…

UM TESTE PARA O CORAÇÃO

Imagem
3ª IPB de Barretos / SP
Pastoral 20.02.11
Por: Rev. Nelson França
d
Muitos são os fatores que provam o coração do homem e testam o seu caráter. Dentre eles se encontram os seus valores pessoais, atrativos, detalhes da sua personalidade, suas fraquezas e até os potenciais. Entre esses tantos fatores a exaltação do coração tem sido um dos testes mais difíceis para grande parte do seres humanos.

Isso indica que pode ocorrer do sucesso causar maiores dificuldades ao homem do que o seu fracasso.

A Bíblia relata a experiência de vários personagens que incorreram em grandes erros, pelo fato de seu coração ter se exaltado diante de suas realizações. Foi o caso de Nabucodonozor (Dn 4:30ss), Uzias (2 Cr 26:16ss), Roboão (2 Cr 12:1ss) e outros.

Esta exaltação pode se manifestar em nosso íntimo de uma forma disfarçada. Ou seja, envolta por uma razão de aparência digna. Pedro, provavelmente, deve ter se sentido aprovado, quando após Jesus anunciar que todos O negariam, ele declarou fortemente, que o Sen…

NASCIA UMA NOVA MULHER

Imagem
“(…) aquele que dentre vós estiver sem pecado seja 
o primeiro que lhe atire a pedra.” João 8:7.

Jesus é provado por um grupo de religiosos. Eles têm um objetivo definido: ver Jesus ferir a Lei e ser por ela mesma condenado. Usam para isso uma mulher pega em flagrante adultério. Os religiosos não estavam atentos à mulher e nem ao homem que com ela já não mais estava. Eles a usam como uma isca para tentar “pescar” Jesus.

A resposta do Mestre revela um conceito desconhecido para religiosos bitolados, que agem como lhes interessa, que divinizavam a Lei e que ainda não conheceram o Senhor Jesus. Ela não foi morta em praça pública. Os acusadores foram deixando o lugar como se eles tivessem sido apedrejados. Cristo os confrontou com uma verdade inquestionável: todos somos pecadores. Não podemos julgar o outro e tampouco condená-lo. Somos pecadores e precisamos desesperadamente do perdão de Jesus. Jesus identificou que havia na mulher um sincero arrependimento. Ele não a condenou. Ele não a ex…

A VIDA ETERNA

Imagem
“Ouvindo-o Jesus, disse-lhe: Uma coisa ainda te falta: vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro nos Céus; depois, vem e segue-Me.”
Lucas 18:22.

Numa conversa franca e objetiva sobre a vida eterna, Jesus ouviu: “Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?” (Lc 18:18). O questionamento parece ser adequado ao revelar uma pessoa que apresenta motivação saudável de viver a eternidade. Conheço muita gente que tem esta pretensão. Aspira a vida eterna, porém sem saber o caminho para chegar lá. O homem que pergunta é rico e religioso.

O Mestre revela capacidade de entender o coração, de perceber intenções. Jesus não abandona, nem hesita em ajudar. Ele aponta a direção, estende a mão e convida aquele homem para conhecer e trilhar o caminho que o levaria à vida eterna abandonando suas posses. Cristo não fez apologia à pobreza, mas ensinou que o mais rico é o que conhece a Deus e O segue. Por esta trilha vão ricos e pobres e nada os difere. A relação com Deus a nada se compara.…

JUNTOS PARA SEMPRE!

Imagem
“Tinha ela uma irmã, chamada Maria, e esta quedava-se assentada aos 
pés do Senhor a ouvir-Lhe os ensinamentos.”
Lucas 10:39.

O amor de Jesus nos aproxima e nos faz querer estar mais perto e desfrutar de mais tempo juntos. Ao nos lembrarmos do período em que Cristo esteve morto, imagino que uma das piores dores era a da saudade de um tempo maravilhoso em que o Mestre e seus discípulos viveram bem próximos uns dos outros.

A família de Lázaro usufruiu da presença de Jesus. Houve, porém, uma distinção entre a maneira como as irmãs Marta e Maria aproveitaram o privilégio. Enquanto Marta agitava-se de um lado para o outro, Maria estava assentada aos pés do Senhor a ouvir-lhe os ensinamentos. Observe o que disse Marta: “Senhor, não Te importas de que minha irmã tivesse deixado que eu fique a servir sozinha?”

Em nada questiono a abordagem. O que me fascina é a liberdade de acesso que Jesus permitia. Ela não apenas estava perto, como podia falar e perguntar. Pode ser que até esta etapa ela ainda …

JESUS CRISTO, O DA BÍBLIA

Imagem
“(...) a graça e a verdade vieram por meio 
de Jesus Cristo.” João 1:17.

Temo que muitos não conheçam o Jesus Cristo da Bíblia. Temo que não tenham a menor ideia de quem Ele seja. Temo que queiram distância dEle mesmo sem conhecê-Lo pessoalmente. Temo que não saibam de Seu amor incondicional, que não julga, não ofende e nem agride. Temo que jamais tenham sentido um pouco desse amor.

Temo que alguns não conheçam o olhar de Jesus Cristo, o da Bíblia. Que não tenham conhecimento que Seu olhar seja cheio de misericórdia e não de acusação.  Temo que jamais tenham ouvido  sobre como Ele lidou com a mulher acusada de adultério. Enquanto os religiosos queriam vê-la morta, Ele fez com que todos se reconhecessem pecadores. Aquela mulher viu em Jesus Quem a libertou da morte. E de fato Ele o fez. 
Da morte terrena e da eterna.

Temo que alguns não saibam da simplicidade de Jesus, que mesmo sendo filho de Deus foi capaz de deixar toda a Sua glória para estar conosco. Ele vestiu as nossas roupas, ando…

SEM ETIQUETA E SEM PREÇO

Imagem
Aquela poderia ser mais uma manhã como outra qualquer. Eis que o sujeito desce na estação do metrô de Nova York, vestindo jeans, camiseta e boné. Encosta-se próximo à entrada. Tira o violino da caixa e começa a tocar com entusiasmo para a multidão que passa por ali, bem na hora do rush matinal.

Mesmo assim, durante os 45 minutos em que tocou, foi praticamente ignorado pelos passantes. Ninguém sabia, mas o músico era Joshua Bell, um dos maiores violinistas do mundo, executando peças musicais consagradas, num instrumento raríssimo, um Stradivarius de 1713, estimado em mais de 3 milhões de dólares. Alguns dias antes, Bell havia tocado no Symphony Hall de Boston, onde os melhores lugares custaram a bagatela de mil dólares.

A experiência no metrô, gravada em vídeo, mostra homens e mulheres de andar ligeiro, copo de café na mão, celular no ouvido, crachá balançando no pescoço, indiferentes ao som do violino.

A iniciativa, realizada pelo jornal The Washington Post, era a de lançar um debate sob…

PEDRO TAMBÉM ANDOU SOBRE O MAR

Imagem
“E Ele disse: Vem! E Pedro, descendo do barco, andou por 
sobre as águas e foi ter com Jesus.” 
Mateus 14:29.

Na maioria das vezes em que ouvi sobre o episódio em que Jesus andou sobre o mar, observei que a ênfase normalmente se dá em que Pedro teve medo e afundou. É verdade. Só que, antes de afundar, ele andou. Não creio que seja uma visão negativista. O objetivo é abordar o perigo de se perder o foco e a ação salvadora de Cristo. Contudo, observe que antes de afundar ele andou.

Andou por sobre o mar. Nenhum outro discípulo andou. Somente ele. E por que somente ele? Ao ouvir a palavra de Cristo, Pedro foi. Não sei quanto tempo demorou entre o “vem” de Jesus e o primeiro passo de Pedro. Sei é que ele foi. Quantos metros teria andado? Sei lá! Não meço o milagre pelo tempo ou distância.

Deixar o território da dúvida não é fácil. Acreditar e confiar em Deus, sem nenhuma dúvida, não é para qualquer um. 
Há muita gente que segue Jesus, entretanto não tem a coragem de atender ao “vem”. Jesus n…

ILUSTRAÇÕES QUE EDIFICAM - AS SETE VERDADES DO BAMBU

Imagem
Depois de uma grande tempestade, o menino que estava passando férias na casa do seu avô, o chamou para a varanda e falou:

-Vovô corre aqui! Me explica como essa figueira (uma árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para balançar seu tronco) se quebrou, caiu com o vento e com a chuva, e este bambu é tão fraco continua de pé?

Então o velho homem respondeu:

- Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento e não resistiu. O bambu nos ensina sete coisas. Se você tiver a grandeza e a humildade dele, vai experimentar o triunfo da paz em seu coração.

A primeira verdade que o bambu nos ensina, e a mais importante, é a humildade diante dos problemas, das dificuldades. Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante daquele, o único, o princípio da paz, aquele que me chama, que é o Senhor.

Segunda verdade: o bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem p…

JESUS E O RELIGIOSO

Imagem
“Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” João 3:3.

Nem sempre conseguimos entender as coisas. Algumas nos escapam e isso é absolutamente normal, mesmo para os mais atentos. A seara sobre a qual Jesus tratava era uma, e Nicodemos, o tal religioso, andou por outra completamente diferente. O Mestre falava sobre questões espirituais e o religioso das materiais.

No encontro com Jesus, Nicodemos apesar de não ter entendido a afirmação de Cristo, exerce uma das maiores bênçãos de Deus para o ser humano: a oportunidade de perguntar, e assim ter a dúvida esclarecida. Ele disse: “Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer pela segunda vez? (Jo 3:4). Bela pergunta! Ele não entendeu e perguntou. Esta foi uma atitude muito inteligente. Em sua questão está algo que ele considera incoerente: voltar ao ventre materno depois de já ter nascido. Jesus, por sua vez, tratava de um nascimento diferente.…