IGREJA QUE ABALOU O MUNDO

“Tendo eles orado, tremeu o lugar... todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a Palavra de Deus.” 
Atos 4:31.

Os crentes aguardaram a promessa do Pai, o derramamento do Espírito Santo (At 1:4,5). Eles esperaram do Céu o revestimento de poder (At 1:8). Eles foram cheios do Espírito no Pentecostes (At 2:4). Eles experimentavam o poder do Espírito para viver (At 3:4) e eram agentes nas mãos do Espírito para realização de grandes milagres (At 3:6-7; 5:12-16; 6:8; 8:5-8; 9:40-41).

A Igreja sempre que revestida do poder do Espírito pregava com ousadia (At 4:31). Os diáconos da Igreja eram homens cheios do Espírito Santo (At 6:3). Estêvão na hora do seu martírio, longe de estar com o coração carimbado de ódio pelos algozes, está cheio do Espírito Santo (At 7:55).

Saulo não começa a pregar, senão depois de estar cheio do Espírito (At 9:17-20). O Espírito conduzia a Igreja. Foi em obediência ao Espírito que a obra missionária transcultural foi alavancada (At 13:2-4). O Espírito orientava as decisões da Igreja (At 15:28), bem como a direção do campo missionário (At 16:7).

Ore
Senhor, é sabido que há mais poder na ação soberana de Teu Espírito do que na força do braço do homem. Por isso, quero sempre fazer menção de Teu nome. Em Jesus eu peço. Amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL