A IGREJA PRECISA DO ESPÍRITO

“Eis que envio sobre vós a promessa de meu Pai; permanecei, pois, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder.” 
Lucas 24:49.

Não há Igreja sem a presença e a ação do Espírito Santo. Ninguém pode ser convertido ou transformado à imagem de Cristo sem o trabalho do Espírito Santo. Jesus determinou aos discípulos não saírem de Jerusalém até que recebessem a promessa do Pai, o batismo com o Espírito Santo. Esse batismo seria também um revestimento de poder.

Os discípulos, ainda influenciados por uma visão provinciana e política do Reino de Deus, perguntaram a Jesus se seria nessa época que o Reino seria restaurado a Israel. Jesus, por sua vez, não alimenta as ideias messiânicas distorcidas deles e retoma o tema da promessa do Espírito, discorrendo acerca de sua indispensabilidade para a saúde espiritual da comunidade cristã.

A Igreja precisa do Espírito Santo, pois sem a presença dEle, as mentiras dos asseclas do diabo prevalecerão e robustecerão o coração já endurecido dos homens. Mas o Espírito da verdade é quem nos guia a toda a verdade (Jo 16:3).

Ore
Sopra sobre mim o Teu doce Espírito, ó majestoso Deus! Traz verdade e vida sobre a minha alma. Ergue e vivifica o meu coração irradiando nele a luz do teu resplendor. Em Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

  1. O amor esfria por falta do Fogo do Espírito!

    Peço sua permissão para reproduzir este post. É puro Pentecoste!

    ResponderExcluir
  2. Ohh glória!!! Claro que pode irmão! Grande abraço, a paz do Senhor seja contigo!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE, DEIXE SEUS COMENTÁRIOS!!!

Obs: comentários serão bem-vindos se forem educados e não usarem termos ofensivos. Podemos discordar, mas vamos procurar manter o nível da educação e do respeito. Obs.: ao comentar identifique-se, pois não publicamos comentários anônimos.

Best regards in Christ, God bless you!!!

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL