O GRANDE MANDAMENTO

Pastoral 21.11.10
Por: Rev. Paulo Sergio da Silva


“Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.” Mateus 22:37.

A Bíblia está repleta de mandamentos e ordenanças de Deus para o Seu povo. De Gênesis a Apocalipse temos uma diversidade grandiosa de orientações aplicáveis a todas as situações de nossas vidas. Seja na esfera espiritual, na vida da Igreja, família e vida conjugal, vida social, etc. A vontade de Deus não está revelada somente nos “Dez Mandamentos”, a Bíblia inteira é a Palavra de Deus, e como tal, tudo que está escrito deve ser considerado como sendo vontade e ordem de Deus para nossas vidas.

Quando Jesus foi indagado acerca de qual era o grande mandamento da Lei de Deus, Jesus respondeu conforme citado acima, ensinando as três áreas básicas da vida, onde precisamos vivenciar o nosso amor a Deus: coração, alma e pensamento. Certamente quem ama a Deus desse modo, viverá de acordo com os princípios estabelecidos por Ele, e em santificação e temor será abençoado.
 

Mas Jesus acrescentou um segundo mandamento “semelhante a este” que é: “amarás o próximo como a ti mesmo” (39). Este segundo mandamento demonstra que o amor a Deus deve se evidenciar no amor a todos aqueles que nos rodeiam.

Ele encerra essa parte dizendo que desses dois mandamentos dependem toda a Lei e os profetas (40). Foi por amor que Deus deu mandamentos aos homens, mas não é assim que todos entendem. Muitos há que interpretam os mandamentos como meras proibições, e não como normas de amor que Deus estabeleceu para nos proteger e guardar do mal, e nos conduzir à Ele. Jamais devemos dizer que não fazemos algo porque “a nossa religião não permite”. O correto é dizermos (e entendermos) que se tais atos entristecem a Deus, por isso que não os praticamos.

Deus demonstrou o Seu perfeito amor de um modo incontestável ao enviar o Seu Filho Unigênito para morrer por nós na Cruz. E nós, temos demonstrado nosso amor a Ele em obediência? Amar a Deus não é uma opção, mas é uma ordem de Deus para todos aqueles que nEle crêem. Sendo guiados por este mandamento supremo, sem sombra de dúvidas iremos nos aproximar cada vez mais de Sua santa presença, em doce e poderosa comunhão.

Que Deus abençoe a todos. Uma ótima semana.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL