DEUS E A MORTE DE CRISTO

Romanos 8

Jesus disse: “Todo aquele que o Pai Me dá, esse virá a Mim; e o que vem a Mim, de modo nenhum lançarei fora” (Jo 6:37). Só vêm a Cristo aqueles que o Pai lhe dá. E todos os que vêm são salvos e somente esses. Assim, podemos entender que a morte de Cristo foi vicária e substitutiva. Cristo não morreu para possibilitar a nossa salvação, Ele morreu para nos salvar. Cristo pagou a nossa dívida. 
Ele sofreu o castigo que deveria cair sobre nós. Ele levou no Seu corpo sobre o madeiro todos os nossos pecados (1 Pe 2:24). Ele foi moído pelos nossos pecados e traspassado pelas nossas iniquidades (Is 53:4-6).

Porque Deus é justo, Ele não pode condenar aqueles por quem Cristo morreu (Rm 8:34,35). A Bíblia diz que Ele morreu pelos nossos pecados (1 Co 15:3) e ressuscitou por causa da nossa justificação (Rm 4:25). Não pode morrer eternamente aquele por quem Cristo morreu, uma vez que Seu sacrifício na Cruz foi plenamente vitorioso em seus efeitos.

Ore
Exaltado Deus, Cristo bebeu o cálice do juízo divino e sofreu em meu lugar as penalidades da Lei. De modo que hoje posso declarar minha liberdade em Jesus, o meu Salvador. NEle, amém.

Pense
Cristo morreu pela Igreja e nenhum daqueles que o Pai Lhe deu pode perecer.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL