A PROTEÇÃO DE DEUS

“...que seja comigo a Tua mão e me preserves do mal, de modo que não me sobrevenha aflição!” 
1 Crônicas 4:10.

Jabez compreende que a jornada da vida é cheia de perigos. Há caminhos escabrosos, inimigos, temores assombrosos. Precisamos da proteção divina. Jabez pede livramento do mal e do maligno. Ele orou: “...e me preserves do mal”. Jabez compreende que somente Deus pode nos livrar dos laços e armadilhas do maligno. Jabez sabe que não pode vencer sem a proteção do Altíssimo, por isso clama e roga o livramento não apenas do maligno, mas também da aflição decorrente de sua investida. Não temos força nem armas suficientes em nós mesmos para entrarmos nessa batalha; mas, com a força do Eterno e revestidos com Sua armadura podemos triunfar. O texto de 1 Cr 4:10 termina dizendo: “E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido”. Deus responde às nossas orações. Ele muda a nossa sorte. Ele transforma choro em alegria, vales em mananciais, o cerco do inimigo em porta da esperança. Faça o que Jabez fez. Clame ao Senhor e você verá que um novo tempo poderá raiar também em sua vida!

Ore
Bendito o Senhor, que não nos deu por presa aos dentes deles. Salvou-se a nossa alma e nós nos vimos livres. O nosso socorro está em o nome do Senhor, criador do Céu e da Terra.

Pense
Reconheça suas limitações e se lance completamente nos braços do Pai.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL