OS ENGANOS DO PECADO

“Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia.” Salmos 32:3.
 
O pecado é um falsário. Ele promete o que não pode dar. Ele dá garantias que não pode cumprir. O pecado faz propaganda enganosa. Faz propaganda de liberdade, mas escraviza. Levanta a bandeira da vida, mas seu salário é a morte. O rei Davi mais do que ninguém sentiu na pele a tragédia do pecado.

Quando Davi viu Bate-Seba se banhando e a cobiçou, adulterando com ela em seguida, não podia imaginar o fim daquele túnel. Talvez pensasse que seria apenas uma aventura. Talvez até tivesse racionalizado e justificado seu ato tresloucado, dizendo que tinha que relaxar um pouco. Mas, o pecado não é algo passageiro nem superficial. Seus efeitos são profundos e mais duradouros do que você pode imaginar. Davi além de adulterar com Bate-Seba deu outros passos rumo ao abismo. Ele mentiu acerca do seu pecado e mandou matar o marido da sua amante. Ele perdeu a autoridade espiritual sobre sua família. Ele viu sua casa desmoronando diante dos seus olhos. Ele colheu os amargos frutos da sua maldita semeadura.

Ore
Senhor, o pecado tem um preço alto demais que não quero pagar. Peço o teu auxílio na luta contra meus erros, pois eles podem custar minha relação com o Senhor, e com minha família. 
Por Jesus, amém.

Pense
O pecado rouba a nossa honra e nos faz sofrer.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL