A DEPRESSÃO DE ELIAS (2)

“... e disse: Basta; toma agora, ó Senhor, a minha alma, pois não sou melhor do que meus pais.” 
1 Reis 19:4b.

Elias perdeu a perspectiva do futuro (1 Rs 19:4) e pediu a morte. Ele julgou que o melhor tempo da vida já havia ficado para trás e que o futuro só lhe reservava desespero. A depressão é responsável por outras doenças perigosas e a principal causa de suicídio. Mais pessoas se matam no mundo do que são mortas, ou seja, há mais suicídios do que homicídios. Andrew Solomon, no seu livro “O demônio do meio-dia” define a depressão como um parasita que suga sua seiva e sufoca você até a morte. Estar deprimido é como vestir um terno de madeira. É por isso que as pessoas deprimidas flertam com a morte. Na verdade, elas não querem morrer, mas como elas pensam que a morte é a única saída para a dor que vislumbram, querem morrer.

Elias pediu para si a morte, quando na verdade não sabia o que pedia, pois o plano de Deus era levá-lo para o Céu sem que passasse pela morte. Quando estamos encurralados pela tristeza fazemos pedidos precipitados para Deus. É a depressão mostrando a nós toda a feiúra da sua carranca.

Ore
Ó Senhor, liberta aqueles que estão cativos e acorrentados pela depressão a ponto de pensarem em dar cabo da própria vida. Tu és o Deus da renovação e da vida. 
Em nome 
de Jesus. Amém.

Pense

A saída não está na morte, mas em Deus, o autor da vida.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL