DIA DAS CRIANÇAS (2) COMBATENDO A ADULTIZAÇÃO PRECOCE

Por: Pr. Ciro Sanches Zibordi 

12 de outubro: uma boa data para combater a malévola adultização precoce

A infância, cada vez mais curta, interfere na formação de uma pessoa. Neste Dia da Criança desejo abordar um assunto que muitos preferem evitar, o qual me incomoda profundamente: a adultização precoce. A infância, em nossos dias, está cada vez mais curta, e os infantes que não aproveitam essa fase acabarão tendo problemas em sua formação.

Surgiu, há alguns anos, no meio evangélico, uma nova “onda”: a dos animadores de auditório mirins. Eles são espalhafatosos, alguns usam suspensório, berram ao microfone, mandam o povo dizer isso e aquilo, pegar na mão do irmão, abraçá-lo, beliscá-lo, etc. Uns chegam até a usar bordões do tipo: “Pentecostal que não faz barulho tem defeito de fabricação”. E outros dão aqueles “aleluias” prolongados, como se fossem pôr as entranhas pela boca.
 
Queridos pais e pastores que têm apoiado essa nova modalidade de pregação (pregação?) infantil, dirijo-me aos irmãos com muito respeito e zelo da parte de Deus. É muito bom que as crianças louvem ao Senhor Jesus e preguem a Palavra de Deus em nossos templos. Mas, por favor, deixem os infantes viver essa linda fase da vida! Parem de se aproveitar das crianças para ganhar dinheiro! Vocês são pais ou empresários?

Será que a vida (vida?) do astro Michael Jackson, que não teve infância e sempre foi infeliz por causa disso, não lhes serviu de exemplo? A criança precisa brincar, aproveitar a infância, e não ser submetida a essa insana e agressiva adultização precoce, que já ocorre no mundo (atores, apresentadores e jogadores de futebol mirins, etc.), e agora surge com força entre nós!


Enquanto isso, no mundo afora, o inimigo vai destruindo a vida dos pequeninos, usando os próprios pais (veja a matéria abaixo). Interceda por estes inocentes, que sejam salvos, em nome de Jesus...
 
MENINA DE 4 ANOS CHOCA JURADOS AO FUMAR EM PROGRAMA DE TV
Estados Unidos -  Uma menina de 4 anos se apresentou no programa de TV  "Toddlers & Tiaras", da emissora americana TLC, e chocou os jurados ao fingir fumar um cigarro fazendo uma performance sensual. Destiny vestia uma jaqueta de couro preta e calças apertadas. Incentivada pela mãe, a menina recriava uma cena do filme Grease, em que Sandy (interpretada por Olivia Newton-John) acende um cigarro e o traga logo em seguida.  A menina ainda dançou de forma sensual para finalizar o número. Os jurados não gostaram e consideraram a atitude inapropriada para uma criança de 4 anos. (Fonte - O Dia).




Não estou contra os meninos pregadores. Nem contra as igrejas que, eventualmente, realizam cultos com a participação ativa dos infantes. Por graça de Deus, comecei a pregar muito cedo e me regozijo quando vejo crianças pregando a Palavra do Senhor. Mas alegro-me quando as vejo de fato pregando, naturalmente, com simplicidade, falando como criança, gesticulando como criança, reagindo como criança, sem esses trejeitos espalhafatosos dos pregadores malabaristas e animadores de auditório.

Deus criou todas as fases da vida, para que elas sejam vividas. O próprio apóstolo Paulo afirmou: “Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino...” (1 Co 13:11). E a chamada para ser pregador é um ato soberano de
Deus (1 Tm 2:7; Mc 3:13). Se Ele quiser fazer, desses pequeninos, pregadores do Evangelho, o fará, mas no tempo certo. Não há necessidade de que sejam “fabricados” animadores de auditório mirins...

Que os pais resistam às influências do mundo (Rm 12:1,2), que a 
cada dia fazem o período infantil ficar mais curto, tirando dos infantes a inocência e a singeleza (cf. Mt 18:1-4). E que aqueles tenham consciência de que faz parte da boa formação de seus filhos contribuir para que eles vivam intensamente cada fase da vida, a começar pela infância. 

DEIXEM AS CRIANÇAS SEREM CRIANÇAS...
NÃO AS IMPEÇAM, LEVEM-NAS A JESUS CRISTO!!!

A pureza de uma criança
O mundo precisa descobrir que as crianças são puras. Tão puras, que o próprio Senhor Jesus disse que "dos tais é o Reino dos Céus", e se não formos semelhantes às crianças não entraremos no Reino dos Céus. O vídeo abaixo mostra isso: uma criança e sua pureza, inocência, dependência e fragilidade... É verdade que o labrador rouba a cena, e a pérola da apresentadora ("sabedoria dos animais") chama a atenção, mas as cenas são emocionantes demais.

 

Ampliado de CPAD News.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT