CASADOS E FELIZES - Sabedoria, necessidade para um bom relacionamento

“Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera.” Tiago 3:17.

Iniciaremos uma nova série de artigos visando o modo prático de se viver em família com sabedoria, pois sem ela podemos tomar decisões lamentáveis e, mais tarde nos perguntar por que não oramos pedindo sabedoria antes de decidir, sendo que o estrago já foi feito, e as conseqüências por certo podem ser inevitáveis.

Pensamos em escrever sobre este assunto para que entendamos que a sabedoria é sempre prática, sempre vivencial, e nunca especulativa. Sua finalidade é capacitar o homem para viver corretamente. A sabedoria se focaliza nas pessoas e em como aplicar à vida as verdades de Deus. O homem de Deus não é aquele que sabe mais, mas aquele que usa sabiamente o conhecimento. Assim é possível uma pessoa conhecer muita coisa e não ter sabedoria. Sábio é aquele que tem fé, é submisso a Deus e é ensinado por Ele. Sabedoria é ver as coisas como Deus vê.

Tiago diz: “Quem é sábio dentre vós e entendido? Mostre” diz ele. Como mostrar? Não por discursos, pois a sabedoria não é erudição. É vida! “Mostre as obras” se as obras são positivas, muito bem. Se não são, a sabedoria é terrena, animal e diabólica. Quais são, pois as obras vistas em seu relacionamento, em seu trato com os seus, os da sua família?

A sabedoria que vem do alto desce de Deus. Está num plano superior ao homem. A outra sabedoria é terrena que vem da terra, está no mesmo plano do homem. A sabedoria não é apenas a informação adquirida, mas o entendimento prático com implicações espirituais. Quando operamos na esfera da sabedoria de Deus, quando ela opera em nossa mente em nossa vida, olhamos para a vida através de lentes de percepção, e respondemos-lhe com calma e confiança. Vemos a eficácia da sabedoria quando situações do dia a dia querem nos afligir tentando roubar a nossa paz, como a perda de um emprego, mas não somos tomados de pânico, não nos faz sair dos trilhos. Por quê? Porque vemos isto com a objetividade dada por Deus. E tratamos a situação com sabedoria. É desta forma que é a vida vivida na palma da mão de Deus, não é uma fantasia sonhadora, é realidade. É a habilidade de viver acima da influência da opinião humana, e da perspectiva horizontal. É isso que acontece na nossa vida quando a sabedoria desenvolve o seu projeto de trabalho, trazendo assim os frutos doces obtidos por uma vida cheia da sabedoria de Deus.

Seguir a sabedoria é uma excelente escolha que trará muitas bênçãos em sua vida e mais ainda em sua família. A sabedoria de Deus tem sido testada através das sucessivas gerações e tem mostrado que a mesma quando seguida, nos mantém longe de problemas, e elimina em primeiro lugar, a possibilidade de sermos afetados por eles. Quantos problemas maiores poderiam ser evitados se com sabedoria os resolvêssemos antes que tomassem proporções incalculáveis.

Depois dessa breve meditação sobre o que a sabedoria é, convido você caro leitor a continuar conosco nos próximos artigos a meditar em como devemos colocar a sabedoria, que são as leis do Céu, em prática aqui na Terra, fazendo parte da nossa vida.

Até lá e seja abençoado (a).

Fonte: Casados e Felizes

Clique aqui e confira o próximo post dessa série.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL