O AMOR QUE PROCURA


“Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou.” 
Lucas 15:20.

Deus é representado pelo pastor que procura a ovelha perdida, pela mulher que procura a dracma perdida e pelo pai que corre para abraçar e beijar o filho que retorna ao lar. O amor de Deus é incansável no propósito de buscar o perdido. Deus nos atrai para si com amor. Ele não abre mão de nos ter para si. Deus não abdica do direito de nos conquistar com Seu amor. Deus nos busca mesmo quando não O buscamos.

Se Deus não nos buscasse, jamais poderíamos encontrá-Lo. A ovelha desgarrada e caída não poderia salvar-se a si mesma. A dracma perdida não poderia encontrar-se a si mesma. O filho pródigo não poderia ser aceito de volta se o pai não o acolhesse. O pecado nos afastou de Deus. O diabo cegou o nosso entendimento. O erro nos trouxe escravidão e morte. A não ser que Deus nos estenda a mão, jamais poderemos nos levantar. A não ser que Deus nos infunda vida, jamais poderemos levantar-nos dentre os mortos. A nossa esperança está no fato de que Deus nos ama e jamais desistiu de nos procurar.

Ore
Amado Deus, a causa do Teu amor está em Ti e não em mim. Teu amor transcende todas as palavras humanas que posso valer-me para descrevê-lo. Louvado 
sejas pelo 
Teu amor. 
Por Jesus. 
Amém.

Pense

Deus nos ama, não por causa de nós, mas apesar de nós.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT