NOTÍCIAS GOSPEL - Igreja Católica Romana reconhece que quer impedir o avanço dos protestantes na América Latina

"Revitalize" é a missão evangelizadora da Igreja Católica Romana na América Latina, lar de 48% dos 1,2 milhão de católicos no mundo, para tentar deter o avanço das correntes protestantes na região. Foi o que afirmaram, em entrevista coletiva, os bispos reunidos na Assembléia do Conselho Episcopal Latino-americano (Celam), em Manágua na Nicarágua.

Eles debateram a forma de atrair, treinar e melhorar sua presença na região.

"A formação dos católicos é uma grande prioridade do Celam para dar um novo impulso à missão continental da Igreja”, destacou bispo mexicano Leopoldo Gonzalez.

A reconquista dos fiéis que deixaram o catolicismo romano exige dos bispos ir mais longe para evangelizar e não focar tanto o sacramento, porque eles (evangélicos) "têm muitos batismos e confirmações".

Gonzalez acredita que o desafio da Igreja Católica Romana na América do Sul deve ser direcionado para o trabalho pastoral de manutenção e preservação de fiéis. A Igreja Romana acredita que uma boa educação religiosa também irá ajudar a resolver os principais problemas enfrentados pela América Latina, como a pobreza e a violência.

Para o bispo Guido Plante, de Choluteca, em Honduras, o grande desafio do romanismo está em formar pequenas comunidades para aumentar sua influência. A Igreja Católica marcou sua presença na América Latina com a chegada dos conquistadores espanhóis, há cinco séculos, e até agora a região detém o maior número de católicos no mundo.

Essa liderança, no entanto, tem sido ameaçada pela crescente influência dos evangélicos, que aumentaram a sua presença na região desde 1960.

"Nós não temos os olhos cegos para a emigração, que foi apresentada em relação à fé. Nós entendemos, analisamos o problema, temos a preocupação e temos procurado soluções ", disse o porta-voz da Celam, Hector Gutierrez.

Fonte: LPC.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL