JESUS, MANIFESTAÇÃO DE DEUS


“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” 
João 1:1.

O apóstolo João falou-nos acerca da divindade de Jesus Cristo. Disse que esse Verbo foi o agente criador e também o doador da vida. Jesus é a suprema e final manifestação de Deus. Ele é a interpretação de Deus. Ele é a exegese de Deus.

O Verbo não é apenas eterno e pessoal, mas, também, divino. Ele é Deus. Ele é origem de todas as coisas. Ele é o criador do universo. Ele é o Verbo, ou seja, o agente criador de tudo que existe, das coisas visíveis e invisíveis. O Deus único e verdadeiro constitui-Se em três pessoas distintas, porém, iguais, da mesma essência e substância. O Verbo não é uma criatura, mas o Criador. Ele não é um Ser inferior a Deus, mas o próprio Deus. Ele é divino!

Jesus não é uma criatura intermediária entre Deus e o homem. Ele é perfeitamente Deus e perfeitamente homem. Ele não deixou de ser Deus ao assumir a forma humana e não deixou de ser homem ao retornar à glória que tinha junto do Pai.

Ore
Grandioso Deus, a encarnação do Verbo é o glorioso resultado da Tua graça. Jesus veio ao mundo para nos revelar Teu infinito e eterno amor! Por isso, louvo-Te em nome de Jesus.

Pense
Jesus veio nos mostrar de forma eloqüente o amor de Deus.


Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL