A SANTIDADE DAS VESTES

“Não seja o adorno da esposa o que é exterior, como frisado de cabelos, adereços de ouro, aparato de vestuário”.
1 Pedro 3:3.

As nossas vestes revelam o nosso íntimo, mais do que cobrem o nosso corpo. As vestes não são apenas uma questão de cultura ou uma opção da moda. Elas apontam os nossos valores morais. Elas desvendam o que está em nosso coração mais do que cobrem a nossa nudez.

É bem verdade que a forma de se vestir varia de cultura para cultura, de povo para povo e de tempo para tempo. Porém, o crente em Jesus não é regido por todas as nuanças da moda. É regido pela Palavra de Deus que nos recomenda sensatez, bom senso e decência na forma de nos vestirmos.

Não podemos nos render aos ditames e aos caprichos de uma moda que explora o corpo sensual para despertar nas pessoas o desejo de prazer.

É óbvio que não podemos ser legalistas e fariseus quanto a esta matéria. Não defendemos a santidade medida pela fita métrica. Uma pessoa pode cobrir o seu corpo da cabeça aos pés e ter um coração impuro. Todavia, as nossas vestes revelam quem somos e para quem nos vestimos.

Ore
Pai amado, dá-me sabedoria para que eu saiba me vestir com bom senso, elegância, beleza, mas também com decência e com santidade. Em nome do teu filho Jesus. Amém.

Pense
A igreja é o fermento que leveda a massa - a sociedade ou o mundo.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT