A IGREJA E MISSÕES - MISSIONÁRIA LUCIMAR, DA APMT NO HAITI

Quando o avião pousou em Guadalupe, no México, o coração da brasileira Lucimar bateu mais forte. O período de descanso, há tanto tempo planejado, estava há apenas um vôo e algumas horas de distância. Ainda no avião veio a notícia que fez o coração de Lucimar quase parar de bater completamente: a conexão para o Haiti fora cancelada devido a um forte terremoto que trouxe a cidade de Porto Príncipe – e grande parte do país – literalmente abaixo.

Surgiu o dilema: voltar em segurança no próximo vôo para sua cidade de origem ou seguir viagem e dedicar-se a ajudar o povo haitiano nesse momento de dor e tragédia? Lucimar é uma evangelista dedicada e amorosa. O coração missionário não permaneceu na dúvida por muito tempo e ela partiu para o Haiti no vôo seguinte.

Lucimar Augusta Rodrigues é missionária da APMT - Agência Presbiteriana de Missões Transculturais, e desenvolve seu ministério em Guiné Bissau, no continente africano. Na capital, Gabu, ela promove treinamento da liderança da Igreja Presbiteriana nacional e tem abençoado centenas de guinenses há muitos anos.

A missionária está no Haiti desde 15 de janeiro, onde passou a viver com nativos e estrangeiros naquele cenário de total desolação. Por duas semanas ela trabalhou diariamente entre pessoas traumatizadas com o desastre de tão grande proporção que não há ninguém que não tenha perdido casa, bens, família e não raras vezes, braços e pernas. Lucimar aproveitou a chance de servir auxiliando uma equipe médica numa das ilhas, onde teve de conviver com profissionais trabalhando sob grande pressão e a falta de recursos – dinheiro, água, alimentos e medicamentos. Cansada mas sem esmorecer, aproveitou toda oportunidade para levar palavras de conforto e as boas novas do Evangelho ao grande número de aflitos que ali buscaram ajuda.

O acesso à internet foi difícil e algumas vezes, perigoso: o prédio do hospital ameaçava ruir e todos os doentes já tinham sido transferidos dali quando ela enviou sua segunda mensagem à APMT.

Na primeira semana de fevereiro Lucimar seguiu para a base militar brasileira em Porto Príncipe. Enquanto aguarda o visto para o Senegal, país de conexão do vôo que a levará para casa, na Guiné Bissau, ela continua compartilhando a sua fé.

É digno de registro o despreendimento e a dedicação dessa serva de Deus que, como tantos outros missionários conhecedores da Sua vontade soberana, colocam medos e temores de lado quando percebem a oportunidade de apresentar o Salvador Jesus aos perdidos, por mais inesperada que seja a ocasião.

Paradoxalmente, é uma grande alegria sabermos que, pela graça e providência divinas, a Igreja Presbiteriana do Brasil faz a sua parte na propagação do Evangelho entre os haitianos nesse momento tão único e triste da sua história.

O coração de Lucimar deve estar um pouco mais feliz agora.

D
Fonte: APMT.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT