O DEUS DESCONHECIDO

Atos 17:22-31
"22 Então, Paulo, levantando-se no meio do Areópago, disse: Senhores atenienses! Em tudo vos vejo acentuadamente religiosos;

23 porque, passando e observando os objetos de vosso culto, encontrei também um altar no qual está inscrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Pois esse que adorais sem conhecer é precisamente aquele que eu vos anuncio.

24 O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas.

25 Nem é servido por mãos humanas, como se de alguma coisa precisasse; pois ele mesmo é quem a todos dá vida, respiração e tudo mais;

26 de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra, havendo fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites da sua habitação;

27 para buscarem a Deus se, porventura, tateando, o possam achar, bem que não está longe de cada um de nós;

28 pois nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como alguns dos vossos poetas têm dito: Porque dele também somos geração.

29 Sendo, pois, geração de Deus, não devemos pensar que a divindade é semelhante ao ouro, à prata ou à pedra, trabalhados pela arte e imaginação do homem.

30 Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se arrependam;

31 porquanto estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio de um varão que destinou e acreditou diante de todos, ressuscitando-o dentre os mortos."

"Tudo isso foi mostrado a vocês para que soubessem que o Senhor é Deus, e que não há outro além dEle" Dt 4:35.

O apóstolo Paulo estava em sua segunda viagem missionária, mais precisamente na cidade de Atenas, centro intelectual da época. Aquela cidade, além de ser um centro filosófico, era também muito religiosa, ao menos na aparência. O que ele via revoltava seu espírito. Não conseguia contemplar as inúmeras estátuas de deuses e templos apenas como um cartão postal. Ele conhecia o verdadeiro Deus vivo, e isso o fez perceber o quanto as pessoas estavam longe de Deus apesar da sua religiosidade.

Como era seu costume, sempre ia à sinagoga ao sábado para falar e discutir sobre Deus com quem quisesse. As discussões cresceram até o ponto de Paulo ser levado ao areópago, uma espécie de conselho público da cidade, para esclarecer os seus ensinamentos às autoridades. Ele explicou que estava anunciando um Deus conhecido, porém desconhecido para eles. Além disso, que o sentido da humanidade é somente um: buscar a Deus e, talvez, "tateando, poder encontrá-lo".

Muitas pessoas buscam preencher por meio da religiosidade o vazio que têm dentro de si. No entanto, a religiosidade sem o conhecimento real de Deus tem pouco valor. Os atenienses eram muito religiosos, cuidavam do culto aos deuses, protegiam os templos e as estátuas, mas parece que isso ainda não preenchia o vazio da alma. O fato que comprova isso é um altar que Paulo encontrou, dedicado "ao deus desconhecido".

Talvez você seja alguém extremamente religioso, mas por um motivo ou outro Deus também seja um desconhecido para você. Poderia achar que até aqui foi tudo muito bem, que até aqui "minha religiosidade até que serviu". Mas como será daqui para frente? Deixe que Deus se revele a você por meio de Jesus Cristo e venha conhecê-lo de fato - o Deus vivo que não é feito de imaginação humanas.

Deus conhece você - confie em Jesus e conheça-O também.

EM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?