Postagens

Mostrando postagens de 2008

ANSIEDADES E PRIORIDADES - PARTE 1

Imagem
ANSIEDADES E PRIORIDADES - PARTE 1
Por: Rev. Paulo Sergio da Silva

IPB de Porecatu / PR
Culto vespertino 28.12.08

Texto básico: Mateus 6:25-34

EXÓRDIO / INTRODUÇÃO
Graças a Deus chegamos no final de mais um ano, esse é um momento especial para avaliarmos como foi esse ano que está terminando e começarmos a planejar tudo que desejamos e necessitamos fazer no ano vindouro. É momento de se fazer contas e avaliar vitórias e derrotas, analisar os limites e regozijar-se com as bênçãos recebidas. Nessa hora podemos ficar ansiosos e tristes, pois talvez não tenhamos conseguido realizar alguns sonhos, ou talvez estejamos vivendo uma realidade não muito agradável em nossos lares. Muitos talvez tenham tido um ano difícil lutando contra o desemprego e o alto custo de vida ou as enfermidades que acabam com as economias. Para todas essas questões e tudo que possa nos causar ansiedade e inquietação, Deus tem na Bíblia respostas para nós.

Não podemos viver ansiosos, pois quem não vence a ANSIEDADE nã…

ANO NOVO, VIDA NOVA

Imagem
“...louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração.” Cl 3:16b.

“Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir?” Lc 14:28.

Graças ao bom Deus, mais um ano chega ao final e outro ano se aproxima.

Apesar de que em todo o tempo é bom agradecermos, avaliarmos e planejarmos, ao chegarmos no final de mais um ano, é propício agradecermos as bênçãos recebidas e avaliarmos tudo que realizamos (ou não) no ano que está se findando, e também planejarmos e estabelecermos metas para o ano novo.

Alguns certamente tiveram frustrações, decepções, perdas e lágrimas... Mas a vida é assim mesmo, afinal quem não sofre nessa vida? Sejamos sempre gratos a Deus, pois graças a Ele conseguimos chegar até aqui e estamos vivos, podemos servi-Lo com gratidão em nossos corações por pertencermos a Ele e sermos o alvo de tão grandes e ricas promessas de vida eterna, e não há na…

É NATAL...

Imagem
“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu... E, vindo, evangelizou paz...”

O Natal é uma época atípica! Tanto crianças quanto adultos ficam entusiasmados e fascinados com os preparativos.
O materialismo e o consumismo campeiam livremente. A tudo isso se chama de ‘espírito do Natal’. O ‘espírito do Natal’, conforme é concebido pelo mundo, é na realidade, uma sensação, via de regra, desagradável, o que explica as comemorações regadas a muito champanhe, vinho, assados, frutas importadas, presentes, decorações e vestes pomposas. Imagino que tudo isso, revela uma tentativa inconsciente de, pelo menos por uma noite, construir outra realidade, onde reinam a paz e a felicidade.
Como Igreja de Deus, devemos restaurar o verdadeiro sentido (‘espírito’) do Natal. O amor que levou Jesus a deixar o esplendor de Sua glória, a Si mesmo se esvaziar, assumir a forma de servo, tornar-se homem, assumir a cruz e levar sobre si as nossas enfermidades, precisa ser restaurado em nosso meio e aquecer pr…

“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor.” Sl 122:1

Imagem
Mensagem publicada no boletim dominical de 21.12.08 da IPB de Porecatu/PR.






Conforme o comentário da Bíblia Anotada, Ed. Mundo Cristão: “Neste conhecido Salmo de Davi, ele relembra sua alegre peregrinação a Jerusalém (vs.1,2), que ele exalta como o centro espiritual e cívico da nação (vs.3-5), conclamando outros a orarem por sua paz e prosperidade (vs.6-9).” Este salmo que é um “cântico de romagem” tornou-se depois um hino dos peregrinos que subiam para adorar a Deus em Jerusalém.

Quando leio este salmo percebo a alegria que se manifestava na vida daqueles servos de Deus quando chegava o dia de ir à casa do Senhor, para adorá-Lo em comunhão com todo o povo de Deus. A mesma alegria deve manifestar-se em nossas vidas hoje, pois somos o povo eleito de Deus e a maior satisfação que temos é adorá-Lo em comunhão.

“Desde que Cristo veio, o povo de Deus pode encontrar-se com Ele em Cristo, em qualquer lugar da face da terra (Jo 14:19-23). Jerusalém representa todos os crentes (Gl 4:26) e tipific…

ALEGRIA NO NATAL

Imagem
LEITURA BÍBLICA: Mateus 1:18-25

"A virgem ficará grávida e dará a luz um filho, e lhe chamarão Emanuel, que significa Deus conosco" Mt 1:23.
Os preparativos para as festas e viagens deste mês são feitos nos mínimos detalhes. Tudo deve ser perfeito e agradável. Tendo ou não tendo dinheiro, as pessoas começam a gastar mais. Tudo faz parte da alegria do Natal. Não vejo problema algum em preparar lindas e agradáveis festas, encontros familiares e até em programar viagens. O que não se deve esquecer é que já nos meses seguintes as contas precisam ser pagas, acrescidas ainda nos impostos que vencem no começo do ano e, para quem tem filhos, vêm ainda as despesas escolares. Ainda existe uma outra preparação para a festa do Natal, que a meu ver é mais importante. É a do nosso coração. O Natal é a festa maior deste mês, na qual comemoramos o nascimento de Jesus Cristo. Ele nasceu por causa do grande amor de Deus por nós, para que todos os que nEle cressem, tivessem a vida eterna (Jo 3:16…

JUDAS E OS LIBERTINOS

Imagem
Por: Rev. Augustus Nicodemus

Porque não devemos pensar que os libertinos são apenas um resultado do relativismo moral característico da nossa geração.
"Libertino" é o nome dado aos que defendem a liberdade do cristão para desfrutar de toda sorte de práticas sexuais desde que feitas em amor. Os libertinos defendem a validade e naturalidade para o cristão do sexo antes do casamento, a relação homo-erótica, o "ficar" entre adolescentes e jovens, entre outras coisas.Não devemos pensar que os libertinos são um fenômeno peculiar de nossa época, o resultado do impacto do movimento de liberação sexual da década de 1960 e do impacto do relativismo moral característico da nossa geração. Os libertinos existiram em todas as épocas da Igreja de Cristo, como um organismo paralelo nas igrejas locais. Nunca faltou na Igreja Cristã quem interpretasse a salvação somente pela fé como uma desculpa para a libertinagem. Aliás, essa é uma das acusações mais freqüentes contra o Evangelho, o…

MINISTÉRIO PASTORAL - 30/11/08 UM DIA MUITO ESPECIAL

Imagem
"LICENCIADO PAULO SERGIO DA SILVA - É com muita alegria que informamos que o irmão Paulo Sergio foi reintegrado ao ministério pastoral. Portanto o Presbitério de Santos marcou um culto especial para o dia 30/11/08 às 18:30hs aqui na igreja (IPB de Praia Grande - Rua Jundiaí, nº 59 - Boqueirão). Agende esta data. Após este importante evento o então Rev. Paulo Sergio e sua família estarão partindo em dezembro para a Igreja Presbiteriana de Porecatu, Presbitério Norte Novo Paraná. Queremos dizer aos irmãos que estamos alegres e tristes ao mesmo tempo com sua partida, mas que continuaremos orando por suas vidas e pelo Ministério. Que vocês continuem a ser benção onde estiverem. Contem sempre com esta igreja. Amamos vocês!" (Texto extraído do Boletim da IPPG - Igreja Presbiteriana de Praia Grande / SP).
"Quando o SENHOR restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha." Salmos 126:1.
Como é bom vermos a mão de Deus agir em nossas vidas, confirmando orações e guiando no…

O CRESCIMENTO E O DESENVOLVIMENTO CRISTÃO - PARTE 2: VIRTUDE E CONHECIMENTO

Imagem
O CRESCIMENTO E O DESENVOLVIMENTO CRISTÃO - PARTE 2: VIRTUDE E CONHECIMENTO
Por: Lic. Paulo Sergio da Silva

IPB de Belas Artes - Itanhaém / SP
Escola Dominical 23.11.08

IPB de Praia Grande / SP
Escola Dominical 30.11.08

TEXTO BÁSICO: 2 Pedro 1:3-8

Como foi visto anteriormente (http://somenteDeusgloria.blogspot.com/2008/07/o-crescimento-e-o-desenvolvimento-da-f.html) o Apóstolo Pedro, inspirado pelo Espírito Santo, nos fala neste texto acerca do equilíbrio que há entre a graça divina (vs. 3 “nos tem sido doadas”) e o esforço humano (vs. 5 “por isso vós mesmos”).

Graça - Deus concede os meios:
Vs. 3
- nos doou todas as coisas que conduzem à vida e à piedade
- pelo conhecimento completo de Si mesmo
- nos chamou para a Sua própria glória e virtude
Vs. 4
- nos oferece suas preciosas e mui grandes promessas
- nos convida a sermos co-participantes de Sua natureza
- nos liberta da corrupção que há no mundo

Esforço humano - cabe a nós subir os degraus nessa escalada de crescimento e desenvolvimento da f…

DANIEL DIAS, EXEMPLO DE SUPERAÇÃO

Imagem
O atleta Daniel Dias fala à RPC

O maior medalhista brasileiro da última edição dos jogos Paraolímpicos, Daniel Dias, concedeu uma entrevista à equipe da Rede Presbiteriana de Comunicação (RPC). O nadador conquistou nove medalhas nas piscinas da China, sendo 4 ouros, 4 pratas e 1 bronze.

Daniel, 20 anos, é membro da Terceira Igreja Presbiteriana de Bragança Paulista (SP) e baterista do grupo de louvor local. Treina, de segunda-feira ao sábado, de duas a três horas por dia, nas piscinas da prefeitura da cidade. Seu desejo é cursar a faculdade de engenharia mecatrônica e prosseguir firme para as próximas disputas de sua modalidade esportiva.

Sua carreira começou aos 16 anos, por volta de novembro de 2004, ano dos jogos olímpicos de Atenas. Até então Daniel apreciava o futebol e não praticava natação, ou, como ele diz, “não afogava”. Quatro anos depois Daniel pôde brilhar na mesma competição, contribuindo para o que o Brasil alcançasse o nono lugar no quadro geral de medalhas, com 47 premiaç…

TRAGÉDIAS DE UMA ANARQUIA‏

Imagem
Por: Rev. Marcos Dias

"Naqueles dias não havia rei em Israel; cada um fazia o que parecia bem aos seus olhos." Jz 17:6 e 21:25.
A natureza humana sempre demonstrou certa dificuldade para lidar com autoridades, leis, normas, princípios ou regras. Tem-se a impressão que cada um sabe deliberar correta e sabiamente sobre todo e qualquer tipo de situação que requeira alguma decisão. Entretanto, ao longo de toda a história, a humanidade sempre manifestou uma grande dificuldade em lidar com este assunto.
Houve um tempo em que Israel não tinha rei e, mesmo estando sujeito a um governo teocrático, sob as decisões de Juízes conforme se pode observar no texto em destaque, cada um fazia o que parecia bem aos seus olhos. Uma verdadeira anarquia.
É curioso notar que, depois de uma análise acurada de Juízes 17:6 a 21:25, percebe-se que todos os fatos ocorridos neste período começam e terminam precisamente com as mesmas palavras como se fossem uma espécie de introdução e conclusão para as in…